31 de jan de 2009

Ide Por todo Mundo

Sugestão parã aula de missões... Um visual colorido e outro para colorir.
(clique na figura, salve em seu PC e é só imprimir)


postado originalmente no http://criancaevang.blogspot.com

30 de jan de 2009

Discipulado Infantil: Paternidade de Deus- Lição 4

PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que não desampara
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 4-A

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus (o Pai) nunca vai desampará-la, no sentido de não deixar faltar nada para ela..

1) Cante canções que falem que Deus supre a nossa necessidade. Ex. “O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará”. Procure cantar músicas que têm como letra versículos da Palavra de Deus para que as verdades bíblicas sejam incutidas na mente da criança.

2) Narre Êxodo 16 com ênfase nos versículos 9 a 12 (Deus sustentou o seu povo). Explique que Deus não desamparou o povo no deserto, mas cuidou deles e sustentou com maná (pão) e codornizes (carne). Ensine para as crianças que Deus nunca vai deixar que elas passem fome e que Ele vai suprir todas as necessidades básicas delas. Elas sempre vão ter o que comer, o que vestir e onde morar. Lembrar de Mateus 6:25-34 que diz que os passarinhos não se preocupam com comida e os lírios do campo se vestem muito bem, e ensinar que eles são mais importantes para Deus do que os passarinhos e os lírios. Certifique-se de que elas entenderam que Deus nunca vai desampará-las.

3) Atividade: Pintar o desenho da mão com o menino.


PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que não desampara
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 4-B

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus (o Pai) nunca vai desampará-la.

1) Cante canções que falem que Deus supre a nossa necessidade. Ex. “O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará”, e outras.

2) Narre Marcos 6:30-44 “A multiplicação dos pães”.Sugestão: Você pode providenciar mini pãezinhos(doces de preferência) pra distribuir p as crianças no final da história (com suco)...

3) Afirme para as crianças que elas não precisam se preocupar porque Deus sempre vai suprir as necessidades básicas delas. (comer, vestir, morar)
Certifique-se de que elas entenderam que Deus nunca vai desampará-las.

4) Atividade: pintar o desenho e achar o caminho.



A GRANDE COMISSÃO

IDE
POR TODO

E PREGAI O
EVANGELHO

A TODA CRIATURA...
Seja ela grande, pequena, brança, índia ou negra...
Essa é a GRANDE COMISSÃO!

29 de jan de 2009

Meu Mestre

Esta semana Deus falou muito comigo através dessa música... Declarar que minha vida, minhas vontades, meu caminho e minha esperança não são meus , mas do Meu Mestre, me faz lembrar que nunca estamos sós ... Compartilho com vocês

Meu Mestre

A minha vida é do Mestre
Meu coração é do meu Mestre
O meu caminho é do Mestre
Minha esperança é meu Mestre

À Deus eu entreguei
O barco do meu ser
E entrei no mar à fora
Pra longe eu naveguei
Não vejo mais o cais
Só Deus e eu agora

Na solidão da lida
Eu pude perceber
O quanto Deus me ama...
As ondas grandes vêm
Tentando me arrastar
Pra longe da presença dEle, mas...

A minha vida é do mestre...
 Lázaro - Meu Mestre

27 de jan de 2009

Você é Especial- Max Lucado


Essa é uma das lindas histórias que Max Lucado têm escrito para crianças, já conhecia esse livro, ele foi editado pela United Press, mas dias desses encontrei uma animação no youtube. O áudio tá Meio rápido, mas mesmo assim vale a pena... Abaixo anexei a atividade q criei para essa história, as crianças coloriram e fizeram um quadrinho com moldura em EVA. Ficou bem bonitinho...



25 de jan de 2009

Ensina a Criança o Caminho...


Dias desses, vi no youtube um vídeo que ensinava a subir escadas. Achei muito interessante e criativo; nesse vídeo, além de definir o que é uma escada, o locutor dá instruções minuciosas, dos movimentos necessários para o deslocamento nessa superfície "pitoresca"... Apesar de achar engraçado o direcionamento que deram ao vídeo, ele me fez pensar um bocado. Quantas vezes, como líderes de um ministério repetimos esse processo? Temos as definições, sabemos a teoria e achamos que isso é o suficiente para ensinar... Você se lembra a primeira vez que subiu uma escada? Provavelmente não! Mas eu posso afirmar seguramente que você não fez isso sozinho. As primeiras vezes você foi no colo, depois, alguém te segurou pelas duas mãozinhas, aí você arriscou subi-las engatinhando, mas sempre com alguém te dando apoio... Aí, com o passar do tempo, e já com experiência sufuciente, você passou a fazer isso sozinho. Como educadores cristãos, não podemos perder esse ponto de vista, devemos ser FERA: Facilitador, Exemplo, Relacional e Adaptador (Aprendi isso com a Pra Mara Lau), é essencial termos conhecimento, teoria, nos aprimorarmos constantemente, mas, somente a prática comprova um aprendizado. Quem trabalha no Ministério Infantil conhece Pv 22:6 decor e salteado: Ensina a criança o caminho em que deve andar e quando for velho, não se desviará dele. Agora reflita: Como ensiná-las a andar pelo Caminho?

Discipulado Infantil: Paternidade de Deus- Lição 3

PLANO DE AULA

PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que não abandona
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 3-A

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus (o Pai) nunca vai abandoná-la.
1) Leia Josué 1:5b e explique-o para as crianças, enfatizando que Deus não vai deixá-las jamais.
2) Cante canções que falem que Deus sempre está conosco. Ex. “Quando você se sentir sozinho”; “Meu barco é pequeno” > fala que Jesus segura minha mão; “Sempre com você Jesus estará”; e outras.
3) Afirme para as crianças que elas não precisam se preocupar porque Deus está com elas quando elas estão: brincando, comendo, dormindo, orando, estudando, na igreja, em todos os momentos. Deixe também elas darem exemplos, isso demonstra se entenderam.
Certifique-se de que elas entenderam que Deus nunca vai deixá-las.
4) Atividade: pintar o desenho, recortar o quadrinho, colar a moldura de E.V.A nas bordas do desenho (Use cola gliter para decorar a moldura).
5) Prepare todo o material que você vai precisar para a moldura, se necessário confeccione antes para não correr o risco de faltar tempo na aula.

PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que não abandona
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 3-B

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus (o Pai) nunca vai abandoná-la.

1) Cante canções que falem que Deus sempre está conosco. Ex. “Quando você se sentir sozinho”; “Sempre com você Jesus estará”; e outras.
2) Narre Êxodo 13:17-22 com ênfase nos versículos 21 e 22, que diz ao povo de Israel, que Deus sempre estaria com eles (se ampliar a atividade dos alunos elas poderão servir de visual para a história)
3) Afirme para as crianças que elas não precisam se preocupar porque Deus está sempre com elas de dia e de noite.
Certifique-se de que elas entenderam que Deus nunca vai deixá-las.
4) Atividade: pintar o desenho e colagens (cole algodão na nuvem e gliter amarelo e laranja na coluna de fogo).




24 de jan de 2009

Discipulado Infantil: Paternidade de Deus- Lição 2

PLANO DE AULA

PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que ama
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 2-A

Objetivo: Que a cça. compreenda que nada pode separá-la do amor de Deus.

Cante canções que falem sobre o amor de Deus.
Eu tenho um amigo que me ama, e outras.
Sujestão: Usar as músicas do Diante do Trono Crianças, enquanto as crianças fazem a atividade, para que o Espírito Santo continue ministrando o amor de Deus por elas. Ex. O amor do nosso Deus n.º 6 ( CD I )
Podes falar Senhor n.º 7 e Vamos amar uns aos outros n.º19 ( CD II )

Leia e explique os versículos Romanos 8:38,39, enfatizando que nada pode nos separar do amor de Deus. Como estratégia, vc pode usar um envelope de suco em pó(morango, tuti frutti ou uva) num jarro de água transparente. Diga para a criança que ela é representada pela água e, num copinho separado mostre o suco em pó
que representa o amor de Deus. Derrame o "Amor e Deus"(suco) na "criança" (água) e misture bem e pergunte. Vc consegue separar as duas substâncias? Assim como não conseguimos separar novamente o suco da água, nada pode separar-nos do amor de Deus.

Atividade: pintar a atividade com os “princípios do amor de Deus”
Recortar e montar o cubo.

Seja criativa! Use materiais diversos papeis coloridos, lápis de cor, canetinhas, o material que você dispuser.
Para os cânticos, use sempre visuais. A criança guarda o que vê!!!

PATERNIDADE DE DEUS

O Pai que ama
Idade 4 a 6 anos.
Estudo 2-B

Objetivo: Que a criança compreenda que quando Jesus morreu por ela, ela ainda era pecadora.

Cante canções que falem sobre o amor de Deus, e também “O sabão lava o meu rostinho”, e outras.
Sugestão: Usar as músicas do Diante do Trono Crianças, enquanto as crianças fazem a atividade, para que o Espírito Santo continue ministrando o amor de Deus por elas. Ex. O amor do nosso Deus n.º 6 ( CD I )
Podes falar Senhor n.º 7 e Vamos amar uns aos outros n.º19 ( CD II )

Leia e explique o versículo Romanos 5:8(se possível com visuais- Use visuais da crucificação e ressurreição de Cristo),enfatizando que quando Jesus morreu pela criança, sendo ela ainda era pecadora!




21 de jan de 2009

A MENINA VALENTE

Pesquisando materiais sobre o Ministério Infantil, Encontrei essa linda História Missionária da APEC, uma bela alegoria, inclusive com os visuais.

A MENINA VALENTE

Figura 1 - Era uma vez um lindo palácio, muito enfeitado e muito rico. Ele ficava num lugar muito distante daqui, lá na China. Os jardins do palácio eram maravilhosos. As plantas eram raras. Os patinhos nadavam no lago. Os passarinhos cantavam. Mas, quem será que mora lá dentro? Era um homem muito mau. Tão rico, tão importante, mas tão importante, que quando ele queria matar uma pessoa, ele mandava e não lhe acontecia nada. Ele era dono até da vida das pessoas daquele lugar.

Figura 2 - A casa dele, do Mandarim, por dentro, era ainda mais bonita e rica do que por fora. Ele tinha uma sala cheinha de vasos raros e caríssimos. Ele amava aqueles vasos.cada visita importante que chegava, ele a fazia entrar para mostrar o salão com vasos tão preciosos. Havia vasos bem pequenos, outros enormes, outros grossos, outros fininhos, desenhados e coloridos. Mas, quem cuidava desses vasos? – os empregados, é claro! O mandarim pagava muito bem para quem cuidasse dos vasos. Era preciso lavá-los, enxugá-los, tirar o pó todos os dias. Mas vocês não sabem de uma coisa terrível: se o empregado quebrasse um só vasinho, o mandarim mandava matá-lo.
Perto do palácio do mandarim, morava uma família, numa casa muito diferente, era bem pequena e pobre: a mamãe doente e suas duas filhinhas.

Figura 3 – Li-Yng-Mi e Matako. Elas estavam passando fome. O papai morreu e a mamãe costurava para ganhar dinheiro adoeceu. E agora?
Ah! Li-Yng-Mi teve uma idéia.
_ Mamãe, eu vou trabalhar no trabalho do Mandarim. Ele paga muito bem, e nós vamos comer coisas gostosas, vamos ter dinheiro para comprar remédios e a senhora vai ficar boa logo.
A mamãe de Li-Yng-Mi quase desmaiou. Até ficou sem fala.
_Que é isso minha filha! Nunca. Eu quero que você viva. Não se lembra da sua amiguinha que quebrou um vaso na semana passada? E foi morta? Não. Tire isso da cabeça!
Os dias foram-se passando, quietos e tristes. Mamãe piorou, a comida acabou de uma vez. E agora? Li-Yng-Mi tornou a falar sobre o empregado no palácio.
Muito triste, mamãe a deixou ir, mas ficou com o coração apertado. Por outro lado, Li-Yng-Mi ficou encantada.

Figura 4 – O salão dos vasos era maravilhoso. Os tapetes lindos, as cortinas, as cores... E Li-Yng-Mi logo recebeu o primeiro ordenado, o segundo... E a mamãe teve remédios e as roupas eram bonitas. E quantas coisas gostosas elas comiam agora! Era uma alegria.
Um dia, mamãe fez uma nova roupa para Li-Yng-Mi. Muito linda, mas a manga era muito larga e quando ela foi pegar um vaso para lavar, a manga esbarrou e derrubou outro vaso. Ela tentou pegá-lo antes que caísse, mas não deu e ele se espatifou.
Li-Yng_mi não sabia o que fazer. Chorou, chorou, depois olhou em volta dela... Ninguém. Depressa catou todos os pedaços do vaso quebrado, colocou dentro de outro maior, limpou o chão e saiu correndo pra casa. Logo seria a hora do fiscal. Ele passava todos os dias com uma lista e, se faltasse um só, ele sabia.

Figura 5 – Quando Li-Yng-Mi entrou em casa chorando, mamãe a abraçou e chorou também. Depois de uns dez minutos, perguntou:
_Você quebrou, filhinha?
Li-Yng-Mi nem teve voz pra falar. Só fez sinal com a cabecinha. Quando sua irmãzinha Matako entrou na sala e as viu, começou a chorar também. Terminou a tarde, veio a noite e no dia seguinte Li-Yng-Mi seria morta.
Mamãe não saiu de perto de Li-Yng-Mi nem um só segundo. Queria aproveitar a filhinha até o fim.
Matako foi sozinha para seu quarto ajoelhou-se e falou com Deus, pedindo que ele ajudasse sua irmãzinha, que fizesse alguma coisa. Depois se deitou, mas não pôde dormir. De madrugada, ainda escuro, ela teve uma idéia.
Bem quietinha abriu a janela do quarto e pulou para a rua. Saiu correndo, e sabem onde ela foi? – Lá no palácio do Mandarim! Estava agora clareando o dia. Sem que ninguém a visse, ela entrou no palácio. Procurou a sala dos vasos e na demorou muito a descobrir os cacos escondidos. Sentiu um aperto no coração e as lágrimas escorreram. No mesmo instante ela pegou o maior vaso que havia, deu um chute nele. O vaso caiu e quebrou. Depois começou a quebrar todos os vasos que podia e ia contando. O barulho que ela fez foi tão grande, tão grande, que em 5 minutos o salão estava cheio de guardas. Agarraram os braços da menina e ela com as pernas ainda quebrou mais alguns vasos.
O Mandarim foi acordado e ficou maluco. Começou a gritar: _ Quero ver essa garota, a morte vai ser pouco pra ela!
Não demorou muito, Matako e o Mandarim estavam juntos. Ela olhou firme nos olhos dele. Qualquer coisa estranha passou no coração do Mandarim.
_Guardas, larguem a menina. E pensou “nunca vi tanta coragem.”
_Menina, você sabe o que acontece com quem quebra um vaso do Mandarim?
Como resposta, ela viu um vaso muito lindo numa mesinha e, num relance, ela jogou o vaso no chão e o quebrou. E falou:

Figura 6 - _ Claro que eu sei. Minha irmãzinha trabalha aqui, e desde ontem a morte anda lá em casa, porque ela quebrou um vaso seu.
O Mandarim ficou mais assustado ainda. _Você sabia, então porque quebrou tantos vasos? Sabe o que vai acontecer agora?
_Eu sei, vou ser morta. Mas Mandarim, eu quebrei 70 vasos seus, então, eu salvei 70 meninas que iriam quebrá-los. E, olhando firme nos olhos do Mandarim continuou: _Agora pode mandar me matar.
O Mandarim ficou quieto. Durante 15 minutos, ninguém falou nada. Matako sentia agora suas perninhas tremerem. O Mandarim olhando para a menina falou:
_Uma vida tem muito valor pra você, não? Pois você será morta por meninas que nem conhece.
_ É verdade, mas Jesus também morreu por mim e Ele ama tanto o senhor que morreu pelo Senhor também.
O Mandarim ficou pensativo. Saiu da sala e deixou Matako com os guardas. Mas ele demorou tanto que anoiteceu. Matako estava com sono porque não dormiu a noite toda e não comeu nada o dia todo. E o Mandarim não voltou. Matako dormiu numa cadeira com guardas a sua volta.
No dia seguinte, bem seguinte, o Mandarim veio vê-la. Mandou os guardas saírem. Ficaram os dois sozinhos e o Mandarim olhou firmemente para Matako e disse:
_ Eu não dormi a noite toda. Você foi tão valente, tão valente que me comoveu. E você disse que Jesus me...me ama?
O Mandarim era muito rico, mas odiado por todos. _É verdade?
E Matako, sorrindo, falou carinhosamente:
_É verdade. Jesus o ama tanto que morreu pelo senhor. Morreu para com Seu sangue limpar os pecados dos que Nele crêem e obedecem.
Naquele momento, Jesus começou a trabalhar no coração do Mandarim, e depois de alguns minutos, disse aflito:
_Como eu posso ser perdoado? E o Matako falou:
_Ajoelha, senhor Mandarim, e convida Jesus para entrar na sua vida. E, trêmulo, o Mandarim se ajoelhou, e chorando, pediu perdão a Deus pelas suas maldades e convidou Jesus para entrar em seu coração.
Matako abraçou o Mandarim. Sorriram. “De agora em diante- disse o Mandarim- nunca mais uma menina vai morrer por quebrar um vaso. Chame sua irmãzinha.”
Matako saiu correndo. Quando chegou em casa, nem sabia por onde começar para contar tanta coisa.
E viveram felizes daí para frente. E o palácio agora era aberto para as crianças brincarem e correrem. Agora Jesus está lá dentro. Há felicidade.






19 de jan de 2009

Discipulado Infantil: Paternidade de Deus- Lição 1


Em 2003, fui trabalhar na Coordenadoria Regional com a Marley e criamos alguns materiais para auxiliar as igrejas no Discipulado Infantil, era composto de aulas para as líderes e para as crianças de 4 a 6 anos e de 7 a 9. Cada tema é composto de 2 aulas para melhor fixação.Resolvi compartilhá-lo e o postarei duarante as próximas semanas. Espero que contribua para suas aulas:


PLANO DE AULA

PATERNIDADE DE DEUS- 1A

O PAI QUE AMA

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus a ama.

Memorizar João 3:16

Cante canções que falem sobre o amor de Deus. As músicas devem ser todas baseadas na Palavra de Deus.

Leia João 3:16 e explique que Deus as ama ao ponto de enviar Jesus só para salvá-los.

Atividade: preencher o desenho; no coração colar bolinhas de crepom vermelhas e pintar os outros desenhos.

Seja criativa! Use materiais diversos papeis coloridos, lápis de cor, canetinhas, o material que você dispuser.

Para os cânticos, use sempre visuais. A criança guarda o que vê!!! E para o versículo, amplie a atividade em um cartaz bem colorido, as figuras facilitarão o processo de memorização.
Deus te abençoe!

PATERNIDADE DE DEUS- 1B

O PAI QUE AMA

Objetivo: Que a criança compreenda que Deus a ama.

Cante canções que falem sobre o amor de Deus. As músicas devem ser todas baseadas na Palavra de Deus.

Narre a História do Filho Pródigo (Lucas 15:11-32).
Enfatize o amor do Pai pelo filho e relacione com o amor de Deus por nós.

Atividade: Pintar e montar o cartão do amor de Deus. Depois de Pintar, Cole a frente e o verso e dobre as abas.

Seja criativa! Use materiais diversos papeis coloridos, lápis de cor, canetinhas, o material que você dispuser.

Para os cânticos, use sempre visuais. A criança guarda o que vê!!!
Deus te abençoe!

Obs: Para as crianças de 7 a 9 anos, além das atividades acima sugeridas utilize também o estudo dirigido para fixação.







17 de jan de 2009

Visuais para a História de Zaqueu

Um visual colorido e atividades para a História de Zaqueu. Ciquem sobre as figuras, salvem em seu computador e é só imprimir. Se vc plastificar o visual vai poder uá-lo muitas outras vezes, afinal crianças crescem, outras nascem...




16 de jan de 2009

O PALÁCIO DA BÍBLIA




O PALÁCIO DA BÍBLIA

A Bíblia é semelhante a um palácio maravilhosamente construído: de pedras ornamentais preciosas, contendo sessenta e seis (66) salas majestosas, cada uma das quais é diferente das suas companheiras e perfeita em sua beleza individual; sendo que formam um edifício incomparavelmente belo, glorioso e sublime.
No livro de Gênesis encontramo-nos no vestíbulo magnifico, onde somos introduzidos imediatamente aos arquivos das obras excelsas de Deus, na Criação. Este vestíbulo dá entrada nas Audiências Judiciais; depois das quais, chegamos as Galerias de Pinturas dos livros históricos. Aqui encontramos a Sala de Música - o livro de Salmos, e aqui nos demoramos tocados profundamente pelas mais sublimes harmonias que jamais chegaram aos ouvidos humanos. Logo depois, entramos no Gabinete de Negócios - o livro de Provérbios, no centro do qual se acha a divisa: "a justiça exalta as nações, mas o pecado é o opróbrio dos povos." Logo após, damos no Gabinete de Investigações - o Eclesiástes, e daí, para o Conservatório - os Cânticos de Salomão, onde nos saúdam o aroma fragante de frutas escolhidas e de belas flores com o canto doce dos passarinhos. Depois chegamos ao Qbservatório, onde os Profetas com os seus telescópios estão esperando o aparecimento da "Estrela Resplandecente da Manhã", antes do despertar do "Sol da Justiça".
Atravessando o Pátio do Silêncio, alcançamos a Sala de Audiências do Rei – os Evangelhos, onde podemos ver quatro retratos do próprio Rei, os quais revelam as petições de Sua beleza Divina e infinita.
Em seguida, entramos no Gabinete de Trabalho do Santo Espírito - os Atos dos Apóstolos e além dele, está a Sala da Correspondência - as Epístolas, onde vemos: Paulo, Pedro, Tiago, Judas e João ocupados nas suas bancas, sob a Inspiração do Espírito da Verdade.
Finalmente chegamos A Sala do Trono - livro de Apocalipse onde ficamos arrebatados pelo imenso volume de adoração e louvor, que é dirigido ao Rei Entronizado e que enche a vasta sala, ao passo que nas Galerias e no Tribunal de Glória, relacionadas com a futura manifestação do Filho de Deus, que é o "Rei dos reis e Senhor dos senhores".

"Autor desconhecido"

Quando este texto caiu em minhas mãos, fiquei maravilhada com a beleza da comparação...Quantos de nós já tivemos a oportunidade de entrar num palácio? Com certeza, se essa oportunidade surgisse, não a perderíamos, sacaríamos nossas máquinas digitais, registraríamos tudo: os ornamentos, os "tesouros", não deixaríamos de compartilhar com nossos amigos e conhecidos a nossa grande aventura. É, as vezes temos oportunidades de acessar grandes tesouros e não acessamos, ou até mesmo acessamos, mas guardamos somente pra nós... Faz-nos pensar não é?

14 de jan de 2009

Cenário com ovelhas

Tá procurando um visual e atividade para a história das 100 ovelhas, ilustrar o versículo o Senhor é o meu Pastor..., ou um visual de ovelha para outra história? Segue abaixo uma sugestão fantástica que vc pode aplicar de diversas formas.

Crie este cenário bonitinho com seus alunos.
- Imprimir em papel duro e pintar

- Dobrar nas linhas pontilhadas e colar as abas
- colar em papel cartão ou papelão - formar o 'cenário'
- Improvisar pernas para a ovelha, pode ser com tirinhas de E.V.A e colar em uma bolinha de algodão
- As crianças podem colar a cabeça da ovelha (ou, se forem crianças maiores - podem criar toda a ovelha e cenário).
Leve o seu cenário já pronto para servir de modelo.Você pode confeccionar o seu cenário em tamanho muito maior e colocar várias ovelhas dentro.
Pegue o material no anexo.





Essa sugestão foi postada originalmente no http://amoremensinar.blogspot.com

DEDOCHE DA SALVAÇÃO

Olha só que sugestão legal para evangelismo, tem os mesmo princípios da Caixinha evangelistica.

DEDOCHE DA SALVAÇÃO
Evite imprimir em sulfite, imprima em cartolina ou outro papel mais resistente.
1- Recorte as 5 faixas e una as extreminades formando um anel.
2- Recortar e colar as figuras em cada faixa(globo, coração, cruz, tumulo vazio, céu)

Como usar:
1- Polegar: Deus criou o mundo (Mundo)
2- Indicador: O homem pecou (coração)
3- Médio: Deus enviou seu filho ao mundo (cruz)
4- Anelar: Jesus ressuscitou ao terceiro dia vencendo a morte (tumulo vazio)
5- Mínimo: Jesus foi ao céu preparar moradas celestiais para todos os que se arrependerem dos seus pecados e crerem que Ele é o Filho de Deus, o Salvador do Mundo (céu).








SUGESTÃO: ^Como os desenhos são simples, vc pode reproduzi-los também em E.V.A., espero que gostem da dica.

12 de jan de 2009

Sambo e o Guarda Chuva

Essa história é muito especial, ela ensina para as crianças "e também para nós" Sobre a importância de saber manusear a Palavra de Deus. "Procura apresentar-te a Deus aprovado como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja bem a palavra da Verdade" IITm 2:15 Ah! Para usar esse visual da história, clique sobre a figura, salve em seu PC depois é só imprimir, ok?

Sambo
Sambo era um menino africano que completaria 12 anos.Ele estava muito feliz, pois pela primeira vez, ganharia dinheiro e poderia ir sozinho até alguma aldeia para comprar o que quisesse e, que ficaria como recordação daquele dia tão especial!
Sambo havia sonhado muito com esse dia. Pensava, pensava e não sabia que presente comprar. Ele chegou à aldeia e começou a percorrer as casas de comércio,mas não encontrava nada que gostasse.Ele queria algo que fosse útil.

Então, viu um objeto diferente. Mas que seria aquilo? Era a coisa mais estranha e uriosa que ele já vira. Então perguntou o nome daquilo.
- Guarda-chuva?
Repetiu ele espantando quando lhe responderam.
- Quer dizer que eu compro isso para guardar a chuva dentro?
O homem da loja riu.
- Não rapazinho, você compra para ser guardado da chuva.
- Quer dizer que, comprando isso, poderei andar na chuva sem me molhar?
Era muito bom pensar assim, pois quando chovia as crianças da tribo tinham que ficar nas ocas.

Sambo ficou maravilhado e comprou o guarda-chuva.
- Vai ser um sucesso na tribo, pensou ele.
Foi caminhando para casa, pensando no dia em que poderia finalmente usar o seu resente. Olhando para o céu, viu várias nuvens escuras.
- Oba! Antes de chegar em casa poderei usá-lo. Não demorou muito e começaram a cair
os tão esperados pingos de chuva.
- Pode chover, que agora eu não me molho! Que bom companheiro arrumei!
E ele olhava para seu guarda-chuva.

Sambo caminhava e ía ficando molhado pela chuva.
- Epa, o homem da loja mentiu. Comprei isto e ainda estou me molhando.
Algumas pessoas passavam por ele e riam.
Sambo pensou:
- Será que é assim que usa? Não, acho que deve ser de outro jeito.
Havia usado erradamente o guarda-chuva, mas agora sabia usar.
Sambo levantou o guarda-chuva acima de sua cabeça pensando que agora tinha acertado.
Mas continuava errado. Imaginem só, ter uma coisa tão boa e útil e não saber usar!
E Sambo foi ficando bravo. Além de se molhar, ainda riam mais dele.
Já ia voltar à loja e brigar com o dono...

Mas uma bondosa senhora o chamou e lhe disse:
"Não é assim meu filho, deixe-me mostrar a você"'.
E pegando o guarda-chuva de Sambo, ela o abriu. O menino levou um grande susto! Mas depois sorriu... Agradeceu muito à senhora e continuou seguindo seu caminho.

Agora sim! Não caía uma gota sequer na sua cabeça! Sambo seguia para casa antarolando, muito feliz mas também envergonhado por ter sido tão bobo.


Comentário do Professor:
Alguma vez já aconteceu algo parecido com você?
Você tinha algo, que era útil, mas não sabia usar?
(Deixe as crianças comentarem)
Vocês sabiam que muitas vezes algumas crianças e também adultos agem do mesmo modo que Sambo? Têm algo muito mais útil que um guarda-chuva e não sabem usar. Você mesmo pode ter e não estar sabendo usar.
Do que estou falando?
Da Bíblia, a Palavra de Deus.
Ela é a coisa mais útil que podemos ter... é um verdadeiro tesouro. E nós seremos muito tolos se não a usarmos. Você sabe como alguém não usa a Palavra de Deus?
Primeiro, deixando de lê-la. É na Bíblia que encontramoso caminho de Deus para a salvação, que Ele nos oferece de graça, através de seu Filho Jesus (leia Romanos 6;3). Depois que cremos em Jesus e O recebemos como Salvador, o Espírito Santo vem habitar em nós e Ele nos ajuda a compreender o que lemos e a lembrar do que prendemos (leia João 14:26).
Se não lemos a Bíblia, não poderemos lembrar do que ela diz. Em segundo lugar, não usamos a Palavra de Deus, quando não colocamos em prática o que aprendemos.
No livro de Salmos 119:130 (leia o texto) diz que se você tem ouvido a Palavra de Deus, mas continua mentindo, teimando, falando palavrão, desobedecendo a seus pais,
brigando e fazendo tantas outras coisas... você está desperdiçando esse tesouro tão útil que você tem. A Palavra de Deus, que é a verdade, pode fazer de você uma pessoa feliz, mas você precisa tê-la em sua vida e fazer o que ela manda.
Você quer fazer isso agora mesmo?
Peça ao Senhor Jesus que o ajude a ler e praticar diariamente o que Ele mesmo nos diz na Bíblia.

Meu 1° Selinho

Meu 1° Selinho
Presentinho da querida Arnete...